Um povo de profetas

11. Dez. 2016 | Oração diária

Esta troca entre João e Jesus recorda um aspeto paradoxal da festa do Natal que se aproxima. Sim, uma santa boa nova é anunciada, boa nova já trazida por João: Deus vem salvar-nos. Mas há uma grande incompreensão sobre a maneira de agir deste Deus que não se impõe. No nascimento como na vida pública de Jesus, Deus revela-se numa determinada forma de impotência e em sinais que só a fé ajuda a reconhecer. No Natal, os surdos ouviram… e a boa nova foi anunciada aos pobres. Mas isso sucedeu na alegre discrição que pede um coração aberto ao inesperado. A nós, também nos pede confiança e que nos tornemos profetas desta boa nova que encoraja e faz viver.