Author

Laboratório da fé

O Laboratório da fé® nasceu em outubro de 2012, no contexto da celebração do Ano da Fé. Este projeto inspira-se nas palavras de S. João Paulo II dirigidas aos jovens aquando do Jubileu Mundial da Juventude, no ano dois mil, em Roma: «cada um de vós pode encontrar dentro si mesmo a dialética feita de perguntas e respostas. Cada qual pode examinar as dificuldades que sente na fé e experimentar inclusive a tentação da incredulidade. Mas, ao mesmo tempo pode experimentar também uma gradual maturação na consciência e na convicção da sua própria adesão de fé. Com efeito, neste admirável laboratório do espírito humano, que é o laboratório da fé, sempre se encontram mutuamente Deus e o ser humano».

MAIO_2017_GOOGLE+
Maria, Mês de Maria,

Mês de Maria: dia 5

no comment

[et_pb_section bb_built=”1″ admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row” make_fullwidth=”off” use_custom_width=”off” width_unit=”on” use_custom_gutter=”off” gutter_width=”3″ padding_mobile=”off” allow_player_pause=”off” parallax=”off” parallax_method=”off” make_equal=”off” parallax_1=”off” parallax_method_1=”off” column_padding_mobile=”on”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_text admin_label=”Subtítulo superior” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” custom_margin=”-20px||-2px|” text_font=”|||on|”] Maio 2017 | Rezai o terço todos os dias [/et_pb_text][et_pb_post_title admin_label=”Título” title=”on” meta=”off” author=”on” date=”on” categories=”on” comments=”on” featured_image=”on” featured_placement=”below” parallax_effect=”on” parallax_method=”on” text_orientation=”left” text_color=”dark” text_background=”off” text_bg_color=”rgba(255,255,255,0.9)” module_bg_color=”rgba(255,255,255,0)” title_all_caps=”off” meta_font_size=”14″ use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” /][et_pb_divider admin_label=”Divider” color=”#f99f1c” show_divider=”on” divider_style=”dotted” divider_position=”top” divider_weight=”1″ hide_on_mobile=”off” /][/et_pb_column][/et_pb_row][et_pb_row admin_label=”Row” make_fullwidth=”off” use_custom_width=”off” width_unit=”on” use_custom_gutter=”off” gutter_width=”3″ padding_mobile=”off” custom_margin=”-15px|||” allow_player_pause=”off” parallax=”off” parallax_method=”off” make_equal=”off” parallax_1=”off” parallax_method_1=”off” parallax_2=”off” parallax_method_2=”off” column_padding_mobile=”on”][et_pb_column type=”1_3″][et_pb_divider admin_label=”Divider” color=”#ffffff” show_divider=”off” height=”10″ divider_style=”solid” divider_position=”top” divider_weight=”1″ hide_on_mobile=”on” /][et_pb_post_title admin_label=”Data” title=”off” meta=”on” author=”off” date=”on” date_format=”j. F. Y” categories=”off” comments=”off” featured_image=”off” featured_placement=”below” parallax_effect=”on” parallax_method=”on” text_orientation=”left” text_color=”dark” text_background=”off” text_bg_color=”rgba(255,255,255,0.9)” module_bg_color=”rgba(255,255,255,0)” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” title_text_color=”#794e0e” meta_text_color=”#794e0e” /][et_pb_post_title admin_label=”Categorias” title=”off” meta=”on” author=”off” date=”off” categories=”on” comments=”off” featured_image=”off” featured_placement=”below” parallax_effect=”on” parallax_method=”on” text_orientation=”left” text_color=”dark” text_background=”off” text_bg_color=”rgba(255,255,255,0.9)” module_bg_color=”rgba(255,255,255,0)” title_all_caps=”off” meta_font_size=”14″ use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” meta_text_color=”#794e0e” custom_margin=”-30px|||” /][et_pb_divider admin_label=”Divider” color=”#ffffff” show_divider=”off” divider_style=”solid” divider_position=”top” divider_weight=”1″ hide_on_mobile=”on” /][et_pb_image admin_label=”ASPAS” src=”http://labfe.pt/wp-content/uploads/2016/01/aspas_cima.png” show_in_lightbox=”off” url_new_window=”off” animation=”top” sticky=”on” align=”center” force_fullwidth=”off” always_center_on_mobile=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” custom_margin=”||-20px|” use_overlay=”off” disabled=”off” disabled_on=”off|off|” /][et_pb_testimonial admin_label=”Citação” url_new_window=”off” quote_icon=”off” use_background_color=”off” background_color=”#f5f5f5″ background_layout=”light” text_orientation=”left” quote_icon_color=”#c67e16″ body_font_size=”13″ body_text_color=”#c67e16″ use_border_color=”on” border_color=”#ffffff” border_style=”dotted” custom_margin=”5px|5px|5px|5px” custom_padding=”15px|15px||15px”]

– Quereis oferecer-vos a Deus […]?
– Sim, queremos!
[…] Abriu pela primeira vez as mãos, comunicando-nos uma luz tão intensa, como que reflexo que delas expedia, que penetrando-nos no peito e no mais íntimo da alma, fazendo-nos ver a nós mesmos em Deus, que era essa luz, mais claramente que nos vemos no melhor dos espelhos. […] Passados os primeiros momentos, Nossa Senhora acrescentou:
Rezem o Terço todos os dias, para alcançarem a paz para o mundo […].

[/et_pb_testimonial][et_pb_divider admin_label=”Divider” color=”#ffffff” show_divider=”off” divider_style=”solid” divider_position=”top” divider_weight=”1″ hide_on_mobile=”on” /][et_pb_blurb admin_label=”Blurb” url_new_window=”off” use_icon=”on” icon_color=”#794e0e” use_circle=”off” circle_color=”#f99f1c” use_circle_border=”off” circle_border_color=”#f99f1c” icon_placement=”left” animation=”off” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_icon_font_size=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” icon_font_size=”18″ font_icon=”%%206%%” body_text_color=”#794e0e” body_font=”|||on|”]

Maio’17_dia 05

[/et_pb_blurb][/et_pb_column][et_pb_column type=”2_3″][et_pb_text admin_label=”Texto” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

INTRODUÇÃO

Em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo. Ámen.

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo.
Para sempre seja louvado com sua Mãe, Maria Santíssima.

Rainha do Céu, alegrai-vos. Aleluia!
Aquele que mereceste trazer em vosso ventre. Aleluia!
Ressuscitou como disse. Aleluia!
Rogai por nós a Deus. Aleluia!

PRIMEIRO MISTÉRIO

«Olhemos para o Senhor: Ele pode compreender-nos […]. E olhemos para a nossa Mãe, e como a criança que está no chão agarremo-nos ao seu avental e, com o coração, digamos-Lhe: ‘Mãe’. Não estamos sozinhos, temos uma Mãe. Temos Jesus, nosso irmão mais velho. Não estamos sozinhos» (Papa Francisco, Homilia de 17 de janeiro de 2015).

SEGUNDO MISTÉRIO

«Somos como a criança que está no chão: nos momentos de aflição, nos momentos em que não compreendemos nada, […] só nos apetece estender a mão […] e dizer-Lhe: «Mamã!» Como uma criança que, quando tem medo, diz: ‘Mamã!’. É talvez a única palavra que pode exprimir o que sentimos nos momentos escuros: ‘Mãe! Mamã!’» (Papa Francisco, Homilia de 17 de janeiro de 2015).

TERCEIRO MISTÉRIO

«O Senhor responde a cada um a partir do seu coração. […] Tende a certeza que Jesus não desilude. Tende a certeza que o amor e a ternura da nossa Mãe não desiludem. E, agarrados a Ela como filhos e com a força que nos dá Jesus, nosso irmão mais velho, vamos para diante. Caminhemos como irmãos» (Papa Francisco, Homilia de 17 de janeiro de 2015).

QUARTO MISTÉRIO

«A força do amor transforma o sofrimento na certeza da vitória de Cristo e da nossa vitória, com Ele, e na esperança de que um dia estaremos juntos de novo […]. Junto de cada cruz, está sempre a Mãe de Jesus. […] Ela enxuga as nossas lágrimas. Com a sua mão, faz-nos levantar e acompanha-nos pelo caminho da esperança» (Papa Francisco, Meditação a 5 de maio de 2016).

QUINTO MISTÉRIO

«Maria, hoje queremos dizer-te: Mãe, dirige-nos o teu olhar! O teu olhar leva-nos para Deus, o teu olhar é uma dádiva do Pai bom, que nos espera em cada encruzilhada do nosso caminho, é um dom de Jesus Cristo na Cruz, que carrega sobre os ombros os nossos sofrimentos, dificuldades, o nosso pecado. Mãe, dirige-nos o teu olhar!» (Papa Francisco, Homilia de 22 de setembro de 2013).

INTRODUÇÃO ÀS 3 AVE MARIAS FINAIS

Rezemos três Ave Marias pela paz no mundo, pela conversão dos pecadores, pelo papa Francisco.

ORAÇÃO JUBILAR DE CONSAGRAÇÃO

Salve, Mãe do Senhor,
Virgem Maria, Rainha do Rosário de Fátima!
Bendita entre todas as mulheres,
és a imagem da Igreja vestida da luz pascal,
és a honra do nosso povo,
és o triunfo sobre a marca do mal.

Profecia do Amor misericordioso do Pai,
Mestra do Anúncio da Boa-Nova do Filho,
Sinal do Fogo ardente do Espírito Santo,
ensina-nos, neste vale de alegrias e dores,
as verdades eternas que o Pai revela aos pequeninos.

Mostra-nos a força do teu manto protetor.
No teu Imaculado Coração,
sê o refúgio dos pecadores
e o caminho que conduz até Deus.

Unido/a aos meus irmãos,
na Fé, na Esperança e no Amor,
a ti me entrego.
Unido/a aos meus irmãos, por ti, a Deus me consagro,
ó Virgem do Rosário de Fátima.

E, enfim, envolvido/a na Luz que das tuas mãos nos vem,
darei glória ao Senhor pelos séculos dos séculos.
Ámen.

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

MAIO_2017_GOOGLE+
Maria, Mês de Maria,

Mês de Maria: dia 4

no comment

[et_pb_section bb_built=”1″ admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row” make_fullwidth=”off” use_custom_width=”off” width_unit=”on” use_custom_gutter=”off” gutter_width=”3″ padding_mobile=”off” allow_player_pause=”off” parallax=”off” parallax_method=”off” make_equal=”off” parallax_1=”off” parallax_method_1=”off” column_padding_mobile=”on”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_text admin_label=”Subtítulo superior” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” custom_margin=”-20px||-2px|” text_font=”|||on|”] Maio 2017 | Rezai o terço todos os dias [/et_pb_text][et_pb_post_title admin_label=”Título” title=”on” meta=”off” author=”on” date=”on” categories=”on” comments=”on” featured_image=”on” featured_placement=”below” parallax_effect=”on” parallax_method=”on” text_orientation=”left” text_color=”dark” text_background=”off” text_bg_color=”rgba(255,255,255,0.9)” module_bg_color=”rgba(255,255,255,0)” title_all_caps=”off” meta_font_size=”14″ use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” /][et_pb_divider admin_label=”Divider” color=”#f99f1c” show_divider=”on” divider_style=”dotted” divider_position=”top” divider_weight=”1″ hide_on_mobile=”off” /][/et_pb_column][/et_pb_row][et_pb_row admin_label=”Row” make_fullwidth=”off” use_custom_width=”off” width_unit=”on” use_custom_gutter=”off” gutter_width=”3″ padding_mobile=”off” custom_margin=”-15px|||” allow_player_pause=”off” parallax=”off” parallax_method=”off” make_equal=”off” parallax_1=”off” parallax_method_1=”off” parallax_2=”off” parallax_method_2=”off” column_padding_mobile=”on”][et_pb_column type=”1_3″][et_pb_divider admin_label=”Divider” color=”#ffffff” show_divider=”off” height=”10″ divider_style=”solid” divider_position=”top” divider_weight=”1″ hide_on_mobile=”on” /][et_pb_post_title admin_label=”Data” title=”off” meta=”on” author=”off” date=”on” date_format=”j. F. Y” categories=”off” comments=”off” featured_image=”off” featured_placement=”below” parallax_effect=”on” parallax_method=”on” text_orientation=”left” text_color=”dark” text_background=”off” text_bg_color=”rgba(255,255,255,0.9)” module_bg_color=”rgba(255,255,255,0)” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” title_text_color=”#794e0e” meta_text_color=”#794e0e” /][et_pb_post_title admin_label=”Categorias” title=”off” meta=”on” author=”off” date=”off” categories=”on” comments=”off” featured_image=”off” featured_placement=”below” parallax_effect=”on” parallax_method=”on” text_orientation=”left” text_color=”dark” text_background=”off” text_bg_color=”rgba(255,255,255,0.9)” module_bg_color=”rgba(255,255,255,0)” title_all_caps=”off” meta_font_size=”14″ use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” meta_text_color=”#794e0e” custom_margin=”-30px|||” /][et_pb_divider admin_label=”Divider” color=”#ffffff” show_divider=”off” divider_style=”solid” divider_position=”top” divider_weight=”1″ hide_on_mobile=”on” /][et_pb_image admin_label=”ASPAS” src=”http://labfe.pt/wp-content/uploads/2016/01/aspas_cima.png” show_in_lightbox=”off” url_new_window=”off” animation=”top” sticky=”on” align=”center” force_fullwidth=”off” always_center_on_mobile=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” custom_margin=”||-20px|” use_overlay=”off” disabled=”off” disabled_on=”off|off|” /][et_pb_testimonial admin_label=”Citação” url_new_window=”off” quote_icon=”off” use_background_color=”off” background_color=”#f5f5f5″ background_layout=”light” text_orientation=”left” quote_icon_color=”#c67e16″ body_font_size=”13″ body_text_color=”#c67e16″ use_border_color=”on” border_color=”#ffffff” border_style=”dotted” custom_margin=”5px|5px|5px|5px” custom_padding=”15px|15px||15px”]

– Quereis oferecer-vos a Deus […]?
– Sim, queremos!
[…] Abriu pela primeira vez as mãos, comunicando-nos uma luz tão intensa, como que reflexo que delas expedia, que penetrando-nos no peito e no mais íntimo da alma, fazendo-nos ver a nós mesmos em Deus, que era essa luz, mais claramente que nos vemos no melhor dos espelhos. […] Passados os primeiros momentos, Nossa Senhora acrescentou:
Rezem o Terço todos os dias, para alcançarem a paz para o mundo […].

[/et_pb_testimonial][et_pb_divider admin_label=”Divider” color=”#ffffff” show_divider=”off” divider_style=”solid” divider_position=”top” divider_weight=”1″ hide_on_mobile=”on” /][et_pb_blurb admin_label=”Blurb” url_new_window=”off” use_icon=”on” icon_color=”#794e0e” use_circle=”off” circle_color=”#f99f1c” use_circle_border=”off” circle_border_color=”#f99f1c” icon_placement=”left” animation=”off” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_icon_font_size=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” icon_font_size=”18″ font_icon=”%%206%%” body_text_color=”#794e0e” body_font=”|||on|”]

Maio’17_dia 04

[/et_pb_blurb][/et_pb_column][et_pb_column type=”2_3″][et_pb_text admin_label=”Texto” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

INTRODUÇÃO

Em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo. Ámen.

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo.
Para sempre seja louvado com sua Mãe, Maria Santíssima.

Rainha do Céu, alegrai-vos. Aleluia!
Aquele que mereceste trazer em vosso ventre. Aleluia!
Ressuscitou como disse. Aleluia!
Rogai por nós a Deus. Aleluia!

PRIMEIRO MISTÉRIO

«No momento do batismo, o Espírito pousa sobre Jesus a fim de O preparar para a sua missão de salvação; missão caracterizada pelo estilo do Servo humilde e manso, pronto à partilha e ao dom total de Si mesmo. […] Presente desde o início da história da salvação, já tinha agido em Jesus no momento da sua conceção no ventre de Maria» (Papa Francisco, Homilia de 24 de maio de 2014).

SEGUNDO MISTÉRIO

«A missão do Espírito Santo é gerar harmonia e realizar a paz […]. A diferença de pessoas e a divergência de pensamento não devem provocar rejeição nem criar obstáculo, porque a variedade é sempre enriquecedora. Com coração ardente, invoquemos o Espírito Santo, pedindo-Lhe que prepare o caminho da paz e da unidade» (Papa Francisco, Homilia de 24 de maio de 2014).

TERCEIRO MISTÉRIO

«Ao Espírito Santo pedimos que prepare os nossos corações para o encontro com os irmãos independentemente das diferenças de ideias, língua, cultura, religião; que unja todo o nosso ser com o óleo da sua misericórdia […]; que nos envie, com humildade e mansidão, pelas sendas desafiadoras mas fecundas da busca da paz» (Papa Francisco, Homilia de 24 de maio de 2014).

QUARTO MISTÉRIO

«Maria dá-nos a possibilidade de compreender o que significa ser discípulos de Cristo. Ela aprendeu a fazer-Se discípula. Na sua fé, vemos como abrir a porta do nosso coração para obedecer a Deus; na sua abnegação, descobrimos quão atentos devemos estar às necessidades dos outros» (Papa Francisco, Meditação a 8 de outubro de 2016).

QUINTO MISTÉRIO

«Maria exprime a riqueza da misericórdia divina, que vem em ajuda de cada um nas suas necessidades diárias. Invoquemos a nossa terna Mãe do Céu com a certeza de sermos socorridos pela sua materna misericórdia, para que Ela nos possa servir de proteção, ajuda e bênção durante todos os dias da nossa vida» (Papa Francisco, Meditação a 8 de outubro de 2016).

INTRODUÇÃO ÀS 3 AVE MARIAS FINAIS

Rezemos três Ave Marias pela paz no mundo, pela conversão dos pecadores, pelo papa Francisco.

ORAÇÃO JUBILAR DE CONSAGRAÇÃO

Salve, Mãe do Senhor,
Virgem Maria, Rainha do Rosário de Fátima!
Bendita entre todas as mulheres,
és a imagem da Igreja vestida da luz pascal,
és a honra do nosso povo,
és o triunfo sobre a marca do mal.

Profecia do Amor misericordioso do Pai,
Mestra do Anúncio da Boa-Nova do Filho,
Sinal do Fogo ardente do Espírito Santo,
ensina-nos, neste vale de alegrias e dores,
as verdades eternas que o Pai revela aos pequeninos.

Mostra-nos a força do teu manto protetor.
No teu Imaculado Coração,
sê o refúgio dos pecadores
e o caminho que conduz até Deus.

Unido/a aos meus irmãos,
na Fé, na Esperança e no Amor,
a ti me entrego.
Unido/a aos meus irmãos, por ti, a Deus me consagro,
ó Virgem do Rosário de Fátima.

E, enfim, envolvido/a na Luz que das tuas mãos nos vem,
darei glória ao Senhor pelos séculos dos séculos.
Ámen.

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

MAIO_2017_GOOGLE+
Maria, Mês de Maria,

Mês de Maria: dia 3

no comment

[et_pb_section bb_built=”1″ admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row” make_fullwidth=”off” use_custom_width=”off” width_unit=”on” use_custom_gutter=”off” gutter_width=”3″ padding_mobile=”off” allow_player_pause=”off” parallax=”off” parallax_method=”off” make_equal=”off” parallax_1=”off” parallax_method_1=”off” column_padding_mobile=”on”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_text admin_label=”Subtítulo superior” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” custom_margin=”-20px||-2px|” text_font=”|||on|”] Maio 2017 | Rezai o terço todos os dias [/et_pb_text][et_pb_post_title admin_label=”Título” title=”on” meta=”off” author=”on” date=”on” categories=”on” comments=”on” featured_image=”on” featured_placement=”below” parallax_effect=”on” parallax_method=”on” text_orientation=”left” text_color=”dark” text_background=”off” text_bg_color=”rgba(255,255,255,0.9)” module_bg_color=”rgba(255,255,255,0)” title_all_caps=”off” meta_font_size=”14″ use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” /][et_pb_divider admin_label=”Divider” color=”#f99f1c” show_divider=”on” divider_style=”dotted” divider_position=”top” divider_weight=”1″ hide_on_mobile=”off” /][/et_pb_column][/et_pb_row][et_pb_row admin_label=”Row” make_fullwidth=”off” use_custom_width=”off” width_unit=”on” use_custom_gutter=”off” gutter_width=”3″ padding_mobile=”off” custom_margin=”-15px|||” allow_player_pause=”off” parallax=”off” parallax_method=”off” make_equal=”off” parallax_1=”off” parallax_method_1=”off” parallax_2=”off” parallax_method_2=”off” column_padding_mobile=”on”][et_pb_column type=”1_3″][et_pb_divider admin_label=”Divider” color=”#ffffff” show_divider=”off” height=”10″ divider_style=”solid” divider_position=”top” divider_weight=”1″ hide_on_mobile=”on” /][et_pb_post_title admin_label=”Data” title=”off” meta=”on” author=”off” date=”on” date_format=”j. F. Y” categories=”off” comments=”off” featured_image=”off” featured_placement=”below” parallax_effect=”on” parallax_method=”on” text_orientation=”left” text_color=”dark” text_background=”off” text_bg_color=”rgba(255,255,255,0.9)” module_bg_color=”rgba(255,255,255,0)” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” title_text_color=”#794e0e” meta_text_color=”#794e0e” /][et_pb_post_title admin_label=”Categorias” title=”off” meta=”on” author=”off” date=”off” categories=”on” comments=”off” featured_image=”off” featured_placement=”below” parallax_effect=”on” parallax_method=”on” text_orientation=”left” text_color=”dark” text_background=”off” text_bg_color=”rgba(255,255,255,0.9)” module_bg_color=”rgba(255,255,255,0)” title_all_caps=”off” meta_font_size=”14″ use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” meta_text_color=”#794e0e” custom_margin=”-30px|||” /][et_pb_divider admin_label=”Divider” color=”#ffffff” show_divider=”off” divider_style=”solid” divider_position=”top” divider_weight=”1″ hide_on_mobile=”on” /][et_pb_image admin_label=”ASPAS” src=”http://labfe.pt/wp-content/uploads/2016/01/aspas_cima.png” show_in_lightbox=”off” url_new_window=”off” animation=”top” sticky=”on” align=”center” force_fullwidth=”off” always_center_on_mobile=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” custom_margin=”||-20px|” use_overlay=”off” disabled=”off” disabled_on=”off|off|” /][et_pb_testimonial admin_label=”Citação” url_new_window=”off” quote_icon=”off” use_background_color=”off” background_color=”#f5f5f5″ background_layout=”light” text_orientation=”left” quote_icon_color=”#c67e16″ body_font_size=”13″ body_text_color=”#c67e16″ use_border_color=”on” border_color=”#ffffff” border_style=”dotted” custom_margin=”5px|5px|5px|5px” custom_padding=”15px|15px||15px”]

– Quereis oferecer-vos a Deus […]?
– Sim, queremos!
[…] Abriu pela primeira vez as mãos, comunicando-nos uma luz tão intensa, como que reflexo que delas expedia, que penetrando-nos no peito e no mais íntimo da alma, fazendo-nos ver a nós mesmos em Deus, que era essa luz, mais claramente que nos vemos no melhor dos espelhos. […] Passados os primeiros momentos, Nossa Senhora acrescentou:
Rezem o Terço todos os dias, para alcançarem a paz para o mundo […].

[/et_pb_testimonial][et_pb_divider admin_label=”Divider” color=”#ffffff” show_divider=”off” divider_style=”solid” divider_position=”top” divider_weight=”1″ hide_on_mobile=”on” /][et_pb_blurb admin_label=”Blurb” url_new_window=”off” use_icon=”on” icon_color=”#794e0e” use_circle=”off” circle_color=”#f99f1c” use_circle_border=”off” circle_border_color=”#f99f1c” icon_placement=”left” animation=”off” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_icon_font_size=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” icon_font_size=”18″ font_icon=”%%206%%” body_text_color=”#794e0e” body_font=”|||on|”]

Maio’17_dia 03

[/et_pb_blurb][/et_pb_column][et_pb_column type=”2_3″][et_pb_text admin_label=”Texto” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

INTRODUÇÃO

Em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo. Ámen.

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo.
Para sempre seja louvado com sua Mãe, Maria Santíssima.

Rainha do Céu, alegrai-vos. Aleluia!
Aquele que mereceste trazer em vosso ventre. Aleluia!
Ressuscitou como disse. Aleluia!
Rogai por nós a Deus. Aleluia!

PRIMEIRO MISTÉRIO

«A Bem-aventurada Virgem Maria […] acredita e proclama que Deus não deixa sozinhos os seus filhos, humildes e pobres, mas socorre-os com misericórdia e solicitude, derrubando os poderosos dos seus tronos e dispersando os orgulhosos nas tramas dos seus corações. Esta é a fé da nossa Mãe, esta é a fé de Maria!» (Papa Francisco, Angelus de 15 de agosto de 2015).

SEGUNDO MISTÉRIO

«A Mãe de Cristo foi elevada de alma e corpo ao Céu. […] A nossa existência, vista à luz de Maria elevada ao Céu, não é um deambular sem sentido, mas uma peregrinação que, apesar de todas as suas incertezas e sofrimentos, tem uma meta segura: a casa do nosso Pai, que nos espera com amor» (Papa Francisco, Angelus de 15 de agosto de 2015).

TERCEIRO MISTÉRIO

«As ‘maravilhas’ que o Todo-Poderoso realizou nela tocam-nos profundamente, falam-nos da nossa viagem na vida, recordam-nos a meta que nos espera: a casa do Pai. […] É bom pensar nisto: nós temos um Pai que nos espera com amor, e também a nossa Mãe Maria está lá em cima e nos aguarda com amor» (Papa Francisco, Angelus de 15 de agosto de 2015).

QUARTO MISTÉRIO

«Enquanto a vida passa, Deus faz resplandecer ‘para o seu povo, peregrino sobre a terra, um sinal de consolação e de esperança segura’. Aquele sinal tem um rosto e um nome: o rosto luminoso da Mãe do Senhor, o nome abençoado de Maria, cheia de graça, bem-aventurada porque acreditou na palavra do Senhor: a grande crente!» (Papa Francisco, Angelus de 15 de agosto de 2015).

QUINTO MISTÉRIO

«A Mãe de Cristo foi elevada […] à glória da vida eterna, em plena comunhão com Deus. […] Hoje oremos todos juntos a Ela a fim de que, enquanto percorremos o nosso caminho nesta terra, nos dirija o seu olhar misericordioso, ilumine a nossa vereda, nos indique a meta e, depois deste exílio, nos mostre Jesus, fruto abençoado do seu seio» (Papa Francisco, Angelus de 15 de agosto de 2015).

INTRODUÇÃO ÀS 3 AVE MARIAS FINAIS

Rezemos três Ave Marias pela paz no mundo, pela conversão dos pecadores, pelo papa Francisco.

ORAÇÃO JUBILAR DE CONSAGRAÇÃO

Salve, Mãe do Senhor,
Virgem Maria, Rainha do Rosário de Fátima!
Bendita entre todas as mulheres,
és a imagem da Igreja vestida da luz pascal,
és a honra do nosso povo,
és o triunfo sobre a marca do mal.

Profecia do Amor misericordioso do Pai,
Mestra do Anúncio da Boa-Nova do Filho,
Sinal do Fogo ardente do Espírito Santo,
ensina-nos, neste vale de alegrias e dores,
as verdades eternas que o Pai revela aos pequeninos.

Mostra-nos a força do teu manto protetor.
No teu Imaculado Coração,
sê o refúgio dos pecadores
e o caminho que conduz até Deus.

Unido/a aos meus irmãos,
na Fé, na Esperança e no Amor,
a ti me entrego.
Unido/a aos meus irmãos, por ti, a Deus me consagro,
ó Virgem do Rosário de Fátima.

E, enfim, envolvido/a na Luz que das tuas mãos nos vem,
darei glória ao Senhor pelos séculos dos séculos.
Ámen.

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

MAIO_2017_GOOGLE+
Maria, Mês de Maria,

Mês de Maria: dia 2

no comment

[et_pb_section bb_built=”1″ admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row” make_fullwidth=”off” use_custom_width=”off” width_unit=”on” use_custom_gutter=”off” gutter_width=”3″ padding_mobile=”off” allow_player_pause=”off” parallax=”off” parallax_method=”off” make_equal=”off” parallax_1=”off” parallax_method_1=”off” column_padding_mobile=”on”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_text admin_label=”Subtítulo superior” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” custom_margin=”-20px||-2px|” text_font=”|||on|”] Maio 2017 | Rezai o terço todos os dias [/et_pb_text][et_pb_post_title admin_label=”Título” title=”on” meta=”off” author=”on” date=”on” categories=”on” comments=”on” featured_image=”on” featured_placement=”below” parallax_effect=”on” parallax_method=”on” text_orientation=”left” text_color=”dark” text_background=”off” text_bg_color=”rgba(255,255,255,0.9)” module_bg_color=”rgba(255,255,255,0)” title_all_caps=”off” meta_font_size=”14″ use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” /][et_pb_divider admin_label=”Divider” color=”#f99f1c” show_divider=”on” divider_style=”dotted” divider_position=”top” divider_weight=”1″ hide_on_mobile=”off” /][/et_pb_column][/et_pb_row][et_pb_row admin_label=”Row” make_fullwidth=”off” use_custom_width=”off” width_unit=”on” use_custom_gutter=”off” gutter_width=”3″ padding_mobile=”off” custom_margin=”-15px|||” allow_player_pause=”off” parallax=”off” parallax_method=”off” make_equal=”off” parallax_1=”off” parallax_method_1=”off” parallax_2=”off” parallax_method_2=”off” column_padding_mobile=”on”][et_pb_column type=”1_3″][et_pb_divider admin_label=”Divider” color=”#ffffff” show_divider=”off” height=”10″ divider_style=”solid” divider_position=”top” divider_weight=”1″ hide_on_mobile=”on” /][et_pb_post_title admin_label=”Data” title=”off” meta=”on” author=”off” date=”on” date_format=”j. F. Y” categories=”off” comments=”off” featured_image=”off” featured_placement=”below” parallax_effect=”on” parallax_method=”on” text_orientation=”left” text_color=”dark” text_background=”off” text_bg_color=”rgba(255,255,255,0.9)” module_bg_color=”rgba(255,255,255,0)” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” title_text_color=”#794e0e” meta_text_color=”#794e0e” /][et_pb_post_title admin_label=”Categorias” title=”off” meta=”on” author=”off” date=”off” categories=”on” comments=”off” featured_image=”off” featured_placement=”below” parallax_effect=”on” parallax_method=”on” text_orientation=”left” text_color=”dark” text_background=”off” text_bg_color=”rgba(255,255,255,0.9)” module_bg_color=”rgba(255,255,255,0)” title_all_caps=”off” meta_font_size=”14″ use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” meta_text_color=”#794e0e” custom_margin=”-30px|||” /][et_pb_divider admin_label=”Divider” color=”#ffffff” show_divider=”off” divider_style=”solid” divider_position=”top” divider_weight=”1″ hide_on_mobile=”on” /][et_pb_image admin_label=”ASPAS” src=”http://labfe.pt/wp-content/uploads/2016/01/aspas_cima.png” show_in_lightbox=”off” url_new_window=”off” animation=”top” sticky=”on” align=”center” force_fullwidth=”off” always_center_on_mobile=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” custom_margin=”||-20px|” use_overlay=”off” disabled=”off” disabled_on=”off|off|” /][et_pb_testimonial admin_label=”Citação” url_new_window=”off” quote_icon=”off” use_background_color=”off” background_color=”#f5f5f5″ background_layout=”light” text_orientation=”left” quote_icon_color=”#c67e16″ body_font_size=”13″ body_text_color=”#c67e16″ use_border_color=”on” border_color=”#ffffff” border_style=”dotted” custom_margin=”5px|5px|5px|5px” custom_padding=”15px|15px||15px”]

– Quereis oferecer-vos a Deus […]?
– Sim, queremos!
[…] Abriu pela primeira vez as mãos, comunicando-nos uma luz tão intensa, como que reflexo que delas expedia, que penetrando-nos no peito e no mais íntimo da alma, fazendo-nos ver a nós mesmos em Deus, que era essa luz, mais claramente que nos vemos no melhor dos espelhos. […]
Passados os primeiros momentos, Nossa Senhora acrescentou:
Rezem o Terço todos os dias, para alcançarem a paz para o mundo […].

[/et_pb_testimonial][et_pb_divider admin_label=”Divider” color=”#ffffff” show_divider=”off” divider_style=”solid” divider_position=”top” divider_weight=”1″ hide_on_mobile=”on” /][et_pb_blurb admin_label=”Blurb” url_new_window=”off” use_icon=”on” icon_color=”#794e0e” use_circle=”off” circle_color=”#f99f1c” use_circle_border=”off” circle_border_color=”#f99f1c” icon_placement=”left” animation=”off” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_icon_font_size=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” icon_font_size=”18″ font_icon=”%%206%%” body_text_color=”#794e0e” body_font=”|||on|”]

Maio’17_dia 02

[/et_pb_blurb][/et_pb_column][et_pb_column type=”2_3″][et_pb_text admin_label=”Texto” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

INTRODUÇÃO

Em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo. Ámen.

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo.
Para sempre seja louvado com sua Mãe, Maria Santíssima.

Rainha do Céu, alegrai-vos. Aleluia!
Aquele que mereceste trazer em vosso ventre. Aleluia!
Ressuscitou como disse. Aleluia!
Rogai por nós a Deus. Aleluia!

PRIMEIRO MISTÉRIO

«A morte na cruz. Não deve haver uma situação mais difícil para uma mãe do que acompanhar a morte do seu filho. São momentos lancinantes. Lá, ao pé da cruz, vemos Maria, como qualquer mãe, firme, sem abandonar, mas acompanhando o seu filho até ao momento extremo da morte e morte de cruz» (Papa Francisco, Homilia a 11 de julho de 2015).

SEGUNDO MISTÉRIO

«Contemplamos a vida de Maria e sentimo-nos compreendidos, entendidos. Podemos sentar-nos a rezar e usar uma linguagem comum a tantas situações que vivemos diariamente. Podemo-nos identificar com muitas situações da sua vida. Contar-Lhe as nossas coisas, porque Ela entende-as» (Papa Francisco, Homilia a 11 de julho de 2015).

TERCEIRO MISTÉRIO

«Maria é mulher de fé, é a Mãe da Igreja, Ela acreditou. A sua vida é testemunha de que Deus não dececiona, que Deus não abandona o seu Povo, embora existam momentos ou situações onde parece que Ele não está. Esta é nossa mãe, tão boa, tão generosa, tão presente acompanhando-nos na nossa vida» (Papa Francisco, Homilia a 11 de julho de 2015).

QUARTO MISTÉRIO

«Maria é a Mãe que esteve ao nosso lado em muitas situações difíceis. Está nos nossos hospitais, nas nossas escolas, nas nossas casas. Esteve e está nos nossos trabalhos e nos nossos caminhos. Esteve e está à mesa de cada lar. Sempre com uma presença discreta e silenciosa. […] Gosta de ficar calada, apenas a sua fé acompanha a nossa fé» (Papa Francisco, Homilia a 11 de julho de 2015).

QUINTO MISTÉRIO

«Quando olhamos uma imagem, um santinho ou uma medalha, o sinal dum terço, sabemos que não andamos sozinhos, porque ela nos acompanha. E por que motivo? Porque Maria simplesmente quis estar no meio de seu Povo, com os seus filhos, com a sua família. Seguindo sempre Jesus, no meio da multidão» (Papa Francisco, Homilia a 11 de julho de 2015).

INTRODUÇÃO ÀS 3 AVE MARIAS FINAIS

Rezemos três Ave Marias pela paz no mundo, pela conversão dos pecadores, pelo papa Francisco.

ORAÇÃO JUBILAR DE CONSAGRAÇÃO

Salve, Mãe do Senhor,
Virgem Maria, Rainha do Rosário de Fátima!
Bendita entre todas as mulheres,
és a imagem da Igreja vestida da luz pascal,
és a honra do nosso povo,
és o triunfo sobre a marca do mal.

Profecia do Amor misericordioso do Pai,
Mestra do Anúncio da Boa-Nova do Filho,
Sinal do Fogo ardente do Espírito Santo,
ensina-nos, neste vale de alegrias e dores,
as verdades eternas que o Pai revela aos pequeninos.

Mostra-nos a força do teu manto protetor.
No teu Imaculado Coração,
sê o refúgio dos pecadores
e o caminho que conduz até Deus.

Unido/a aos meus irmãos,
na Fé, na Esperança e no Amor,
a ti me entrego.
Unido/a aos meus irmãos, por ti, a Deus me consagro,
ó Virgem do Rosário de Fátima.

E, enfim, envolvido/a na Luz que das tuas mãos nos vem,
darei glória ao Senhor pelos séculos dos séculos.
Ámen.

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

quaresma-penitencia-GOOGLE
Liturgia, Quaresma,

Quaresma 2017: Penitência

no comment

[et_pb_section admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row” make_fullwidth=”off” use_custom_width=”off” width_unit=”on” use_custom_gutter=”off” gutter_width=”3″ padding_mobile=”off” allow_player_pause=”off” parallax=”off” parallax_method=”off” make_equal=”off” parallax_1=”off” parallax_method_1=”off” column_padding_mobile=”on”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_text admin_label=”Subtítulo superior” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” text_font=”|||on|” text_text_color=”#f99f1c” custom_margin_last_edited=”on|tablet” custom_margin=”-20px|||” text_line_height=”1em” text_line_height_last_edited=”off|phone” custom_margin_tablet=”-50px|||”]

Ano Pastoral 2016+17 | Ano A

[/et_pb_text][et_pb_post_title admin_label=”Título” title=”on” meta=”off” author=”on” date=”on” categories=”on” comments=”on” featured_image=”off” featured_placement=”below” parallax_effect=”on” parallax_method=”on” text_orientation=”left” text_color=”dark” text_background=”off” text_bg_color=”rgba(255,255,255,0.9)” module_bg_color=”rgba(255,255,255,0)” title_all_caps=”off” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” title_font=”|||on|” title_line_height=”1.3em” custom_margin=”-5px||-5px|” custom_margin_tablet=”-15px|||” custom_margin_last_edited=”on|desktop” title_font_size=”28px” title_font_size_last_edited=”on|desktop”] [/et_pb_post_title][et_pb_image admin_label=”Image” src=”http://labfe.pt/wp-content/uploads/2017/03/quaresma-penitencia-GOOGLE.jpg” show_in_lightbox=”off” url_new_window=”off” use_overlay=”off” animation=”off” sticky=”off” align=”left” force_fullwidth=”off” always_center_on_mobile=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” custom_margin_last_edited=”on|desktop”] [/et_pb_image][et_pb_divider admin_label=”Divider” color=”#f99f1c” show_divider=”on” divider_style=”dotted” divider_position=”top” divider_weight=”1″ hide_on_mobile=”off”] [/et_pb_divider][/et_pb_column][/et_pb_row][et_pb_row admin_label=”Row” make_fullwidth=”off” use_custom_width=”off” width_unit=”on” use_custom_gutter=”off” padding_mobile=”off” custom_margin=”-15px|||” allow_player_pause=”off” parallax=”off” parallax_method=”off” make_equal=”off” parallax_1=”off” parallax_method_1=”off” parallax_2=”off” parallax_method_2=”off” column_padding_mobile=”on” custom_margin_tablet=”-65px|||” custom_margin_last_edited=”on|phone”][et_pb_column type=”1_3″][et_pb_text admin_label=”Data do dia” background_layout=”light” text_orientation=”center” header_text_color=”#794e0e” text_text_color=”#794e0e” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” header_font_size=”26″]

1. Março. 2017

[/et_pb_text][et_pb_divider admin_label=”Divider” color=”#ffffff” show_divider=”off” divider_style=”solid” divider_position=”top” divider_weight=”1″ hide_on_mobile=”on” height=”5″] [/et_pb_divider][et_pb_image admin_label=”ASPAS” src=”http://labfe.pt/wp-content/uploads/2016/01/aspas_cima.png” show_in_lightbox=”off” url_new_window=”off” animation=”top” sticky=”on” align=”center” force_fullwidth=”off” always_center_on_mobile=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” custom_margin=”||-20px|” use_overlay=”off”] [/et_pb_image][et_pb_testimonial admin_label=”Citação” url_new_window=”off” quote_icon=”off” use_background_color=”off” background_color=”#f5f5f5″ background_layout=”light” text_orientation=”left” quote_icon_color=”#c67e16″ body_text_color=”#c67e16″ use_border_color=”on” border_color=”#ffffff” border_style=”dotted” custom_margin=”5px|5px|5px|5px” custom_padding=”15px|15px||15px”]

A Quaresma é um “processo narrativo”, por conseguinte, não acelerado, antes um tempo com ritmo. Assume um ritmo próprio que evolui na preparação ou renovação das promessas batismais e na dinâmica penitencial. Esta, considerada em termos pessoais e comunitários, pode ser tomada como sinónimo de conversão e de renovação cristã. É, pois, sobre o caráter batismal que se apoia a dimensão penitencial da Quaresma. Em 2017, o início da Quaresma acontece no dia 1 de março (Quarta-feira de Cinzas).

[/et_pb_testimonial][et_pb_divider admin_label=”Divider” color=”#ffffff” show_divider=”off” divider_style=”solid” divider_position=”top” divider_weight=”1″ hide_on_mobile=”on”] [/et_pb_divider][et_pb_blurb admin_label=”Ficheiro PDF” url_new_window=”off” use_icon=”on” icon_color=”#794e0e” use_circle=”off” circle_color=”#f99f1c” use_circle_border=”off” circle_border_color=”#f99f1c” icon_placement=”left” animation=”off” background_layout=”light” text_orientation=”center” use_icon_font_size=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” icon_font_size=”18″ font_icon=”%%206%%” body_text_color=”#794e0e” body_font=”|||on|”]

Quaresma 2017

[/et_pb_blurb][/et_pb_column][et_pb_column type=”2_3″][et_pb_text admin_label=”Texto” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” text_font_size=”17″ header_line_height_tablet=”1em” header_line_height=”3em”]

“O princípio e o fim de um processo oferecem uma conexão com sentido, uma unidade com sentido, quando estão interligados um com o outro. […] Também os rituais e as cerimónias são formas de conclusão”. O filósofo Byung-Chul Han, num ensaio sobre o tempo (Fecha os olhos, por favor), parte desta afirmação para sugerir uma mudança de paradigma ou, pelo menos, uma atenção mais cuidada à nossa maneira de estar no tempo. Urge assumir uma dinâmica temporal que lhe devolva o seu “aroma”. A Quaresma é essa ocasião propícia para abrandar o ritmo acelerado e a superficialidade da nossa vida, acalmar, pacificar, deixar que o amor de Deus ressoe no nosso coração. É um tempo de introspeção serena, de contemplação, de reconciliação profunda connosco, com Deus e com os outros.

Fátima: Ano Mariano

Não é adequado sugerir a Quaresma como um tempo triste! Antes de tudo, é um tempo de preparação para a Páscoa. “A Quaresma é um novo começo, uma estrada que leva a um destino seguro: a Páscoa de Ressurreição, a vitória de Cristo sobre a morte” (Francisco, Mensagem para a Quaresma de 2017). Neste sentido, a Quaresma é um “processo narrativo”, por conseguinte, não acelerado, antes um tempo com ritmo. Assume um ritmo próprio que evolui na preparação ou renovação das promessas batismais e na dinâmica penitencial. Esta, considerada em termos pessoais e comunitários, pode ser tomada como sinónimo de conversão e de renovação cristã. É, pois, sobre o caráter batismal que se apoia a dimensão penitencial da Quaresma. Por isso, a penitência tem de ser entendida como um meio ou um fruto e nunca a causa ou origem da conversão. “As penitências não se fazem para sofrermos. Fazem-se para melhorarmos. Para nós, cristãos, uma ‘penitência’ não é algo que custa mas um exercício que ajuda a ficar melhor pessoa. […] Abstemo-nos de coisas boas se isso nos ajuda a alcançar outras melhores” (Nuno Tovar de Lemos, Mensageiro do Coração de Jesus, março de 2017). Para tal, precisamos de disposições básicas sem as quais não há conversão possível: a chave é o descentrar-se, deixar de estar voltado para si e colocar o centro no essencial. A esmola centra-nos nas necessidades dos outros; a oração centra-nos no encontro com Deus; o jejum reúne as duas anteriores na centralidade do essencial. Estas práticas tradicionais do tempo quaresmal fazem a ponte com o “Ano Mariano” que celebramos a propósito do Centenário das Aparições em Fátima. A oração e a penitência estão entre os pontos centrais da Mensagem de Fátima: são a resposta dos Pastorinhos às interpelações da Senhora (e do Anjo). A primeira aparição mariana (13 de maio de 1917) traz um pedido com um carácter penitencial: “Quereis oferecer-vos a Deus para suportar todos os sofrimentos que Ele quiser enviar-vos, em ato de reparação pelos pecados com que Ele é ofendido e de súplica pela conversão dos pecadores?”. Deixando de lado o que não é essencial (que só se pode compreender no contexto próprio daquelas crianças), há um conteúdo profundo que se repete hoje: “Quereis oferecer-vos a Deus… pela conversão dos pecadores?”. Eis o essencial que há de orientar a concretização criativa das penitências quaresmais: oferecer a vida a Deus pela nossa conversão, pecadores e confiantes na misericórdia divina.

Laboratório da Fé contemplada

No contexto mariano que orienta a dinâmica pastoral, apropriamo-nos das palavras de São João Paulo II na Carta Apostólica sobre o Rosário (RVM), para as aplicar ao tempo quaresmal. Assim, nesta Quaresma somos também convidados a frequentar a “escola de Maria”, para nos deixarmos “introduzir na contemplação da beleza do rosto de Cristo e na experiência da profundidade do seu amor” (RVM 1). Da mesma forma, podemos dizer que a fé contemplada “tem em Maria o seu modelo insuperável” (RVM 10). Ousamos apresentar duas propostas concretas para entrar na “casa” e na “escola” de Maria: A Via Sacra: Orai Assim (edições Salesianas) e a recitação do terço, em especial os mistérios da dor. Uma e outra, “a partir da experiência de Maria”, são “uma oração marcadamente contemplativa” que requerem “um ritmo tranquilo e uma certa demora a pensar, que favoreçam, naquele que ora, a meditação dos mistérios da vida do Senhor, vistos através daquele que mais de perto esteve em contacto com o mesmo Senhor, e que abram o acesso às suas insondáveis riquezas” (RVM 12).

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

AnoMariano#70-4FEV17
Ano Mariano,

Ano Mariano #70

no comment

[et_pb_section admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row” make_fullwidth=”off” use_custom_width=”off” width_unit=”on” use_custom_gutter=”off” padding_mobile=”off” allow_player_pause=”off” parallax=”off” parallax_method=”off” make_equal=”off” parallax_1=”off” parallax_method_1=”off” padding_left_1=”-15px” parallax_2=”off” parallax_method_2=”off” column_padding_mobile=”on” padding_1_last_edited=”on|tablet” padding_1_tablet=”|||0px”][et_pb_column type=”1_4″][et_pb_blurb admin_label=”Blurb” url_new_window=”off” use_icon=”on” font_icon=”%%90%%” icon_color=”#666666″ use_circle=”off” circle_color=”#f99f1c” use_circle_border=”off” circle_border_color=”#f99f1c” icon_placement=”left” animation=”off” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_icon_font_size=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” icon_font_size=”75px” body_text_color=”#6b6b6b” body_font_size=”24″ custom_margin=”-15px|||” custom_margin_last_edited=”on|phone” disabled=”off” disabled_on=”off|off|” custom_margin_tablet=”-50px|||”] [/et_pb_blurb][et_pb_text admin_label=”Text” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” custom_margin=”-10px|||10px” text_font_size=”20″ disabled=”off” disabled_on=”off|off|” custom_margin_tablet=”|||10px” custom_margin_last_edited=”on|desktop”]

ANO MARIANO

[/et_pb_text][/et_pb_column][et_pb_column type=”3_4″][et_pb_text admin_label=”Text” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” custom_margin=”|||-30px” custom_margin_last_edited=”on|tablet” custom_margin_tablet=”|||0px”]

4 de fevereiro

JOÃO PAULO II

As palavras de Isabel: «Feliz daquela que acreditou» não se aplicam apenas àquele momento da Anunciação. Esta representa o momento culminante da fé de Maria na expectação de Cristo, mas é também o ponto de partida, no qual se inicia todo o seu «itinerário para Deus», toda a sua caminhada de fé.

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

Oração diária,

Difundir

no comment

[et_pb_section admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_post_title admin_label=”Post Title” title=”on” meta=”on” author=”off” date=”on” categories=”on” comments=”off” featured_image=”off” featured_placement=”below” parallax_effect=”on” parallax_method=”on” text_orientation=”left” text_color=”dark” text_background=”off” text_bg_color=”rgba(255,255,255,0.9)” module_bg_color=”rgba(255,255,255,0)” title_all_caps=”off” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” date_format=”j. M. Y”] [/et_pb_post_title][et_pb_text admin_label=”Text” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

As imagens usadas por Jesus Cristo são fáceis de compreender: o sal sem sabor ou a luz escondida não fazem sentido. O sal, como a luz, tem de ser usado no lugar certo e no contexto próprio. O mesmo se aplica aos discípulos: recusar ser sal da terra e luz do mundo é possível, mas é absurdo. O discípulo não é um simples seguidor, é um difusor do bom odor de Jesus Cristo, deixar à sua volta o bom gosto do amor de Deus. Senhor, mostra-me a tua maneira de ser para que eu me possa inspirar!

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

AnoMariano#69-3FEV17
Ano Mariano,

Ano Mariano #69

no comment

[et_pb_section admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row” make_fullwidth=”off” use_custom_width=”off” width_unit=”on” use_custom_gutter=”off” padding_mobile=”off” allow_player_pause=”off” parallax=”off” parallax_method=”off” make_equal=”off” parallax_1=”off” parallax_method_1=”off” padding_left_1=”-15px” parallax_2=”off” parallax_method_2=”off” column_padding_mobile=”on” padding_1_last_edited=”on|tablet” padding_1_tablet=”|||0px”][et_pb_column type=”1_4″][et_pb_blurb admin_label=”Blurb” url_new_window=”off” use_icon=”on” font_icon=”%%90%%” icon_color=”#666666″ use_circle=”off” circle_color=”#f99f1c” use_circle_border=”off” circle_border_color=”#f99f1c” icon_placement=”left” animation=”off” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_icon_font_size=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” icon_font_size=”75px” body_text_color=”#6b6b6b” body_font_size=”24″ custom_margin=”-15px|||” custom_margin_last_edited=”on|phone” disabled=”off” disabled_on=”off|off|” custom_margin_tablet=”-50px|||”] [/et_pb_blurb][et_pb_text admin_label=”Text” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” custom_margin=”-10px|||10px” text_font_size=”20″ disabled=”off” disabled_on=”off|off|” custom_margin_tablet=”|||10px” custom_margin_last_edited=”on|desktop”]

ANO MARIANO

[/et_pb_text][/et_pb_column][et_pb_column type=”3_4″][et_pb_text admin_label=”Text” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” custom_margin=”|||-30px” custom_margin_last_edited=”on|tablet” custom_margin_tablet=”|||0px”]

3 de fevereiro

PAPA FRANCISCO

Ai da rotina na vida espiritual […]. Possa o Senhor Jesus, pela intercessão maternal de Maria, crescer em nós, aumentando em cada um o desejo do encontro, a preservação da surpresa e a alegria da gratidão. Então, também outros serão atraídos pela sua luz e poderão encontrar a misericórdia do Pai.

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

AnoMariano#68-2FEV17
Ano Mariano,

Ano Mariano #68

no comment

[et_pb_section admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row” make_fullwidth=”off” use_custom_width=”off” width_unit=”on” use_custom_gutter=”off” padding_mobile=”off” allow_player_pause=”off” parallax=”off” parallax_method=”off” make_equal=”off” parallax_1=”off” parallax_method_1=”off” padding_left_1=”-15px” parallax_2=”off” parallax_method_2=”off” column_padding_mobile=”on” padding_1_last_edited=”on|tablet” padding_1_tablet=”|||0px”][et_pb_column type=”1_4″][et_pb_blurb admin_label=”Blurb” url_new_window=”off” use_icon=”on” font_icon=”%%90%%” icon_color=”#666666″ use_circle=”off” circle_color=”#f99f1c” use_circle_border=”off” circle_border_color=”#f99f1c” icon_placement=”left” animation=”off” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_icon_font_size=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” icon_font_size=”75px” body_text_color=”#6b6b6b” body_font_size=”24″ custom_margin=”-15px|||” custom_margin_last_edited=”on|phone” disabled=”off” disabled_on=”off|off|” custom_margin_tablet=”-50px|||”] [/et_pb_blurb][et_pb_text admin_label=”Text” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” custom_margin=”-10px|||10px” text_font_size=”20″ disabled=”off” disabled_on=”off|off|” custom_margin_tablet=”|||10px” custom_margin_last_edited=”on|desktop”]

ANO MARIANO

[/et_pb_text][/et_pb_column][et_pb_column type=”3_4″][et_pb_text admin_label=”Text” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” custom_margin=”|||-30px” custom_margin_last_edited=”on|tablet” custom_margin_tablet=”|||0px”]

2 de fevereiro

PAPA FRANCISCO

Queremos, como Maria e Simeão, tomar Jesus nos braços para que Ele Se encontre com o seu povo; mas de certeza só o conseguiremos, se nos deixarmos arrebatar pelo mistério de Cristo. Guiamos o povo para Jesus, se, por nossa vez, nos deixarmos guiar por Ele. Isto é o que devemos ser: guias guiados.

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]