Maio 2016 | Maria, Mãe de Misericórdia

Mês de Maria: dia 2

2. Maio. 2016

A Mãe da Misericórdia. A doçura do seu olhar nos acompanhe neste Ano Santo, para podermos todos nós redescobrir a alegria da ternura de Deus.

INTRODUÇÃO

Neste mês de maio, unimo-nos ao papa Francisco e à sua rede mundial de oração para que se difunda nas famílias, comunidades e grupos a prática de rezar o Santo Rosário pela evangelização e pela paz.

PRIMEIRO MISTÉRIO

«A Mãe da Misericórdia. A doçura do seu olhar nos acompanhe neste Ano Santo, para podermos todos nós redescobrir a alegria da ternura de Deus. Ninguém, como Maria, conheceu a profundidade do mistério de Deus feito homem. Na sua vida, tudo foi plasmado pela presença da misericórdia feita carne» (Bula de Convocação do Jubileu Extraordinário da Misericórdia, 24).

SEGUNDO MISTÉRIO

«O seu cântico de louvor, no limiar da casa de Isabel, foi dedicado à misericórdia que se estende ‘de geração em geração’. Também nós estávamos presentes naquelas palavras proféticas da Virgem Maria. Isto servir-nos-á de conforto e apoio […] para experimentar os frutos da misericórdia divina» (Bula de Convocação do Jubileu Extraordinário da Misericórdia, 24).

TERCEIRO MISTÉRIO

«A Mãe do Crucificado Ressuscitado entrou no santuário da misericórdia divina, porque participou intimamente no mistério do amor. Escolhida para ser a Mãe do Filho de Deus, foi preparada, pelo amor do Pai, para ser Arca da Aliança entre Deus e os homens. Guardou no seu coração a misericórdia divina» (Bula de Convocação do Jubileu Extraordinário da Misericórdia, 24).

QUARTO MISTÉRIO

«Maria é Mãe da misericórdia, porque gerou no seu ventre o próprio Rosto da misericórdia divina, Jesus, o Emanuel, o Esperado de todos os povos. O Filho de Deus, que encarnou para nossa salvação, deu-nos a sua Mãe que Se faz peregrina, connosco, para nunca nos deixar sozinhos no caminho da vida» (Homilia do papa Francisco, no dia 1 de janeiro de 2016).

QUINTO MISTÉRIO

«A Virgem Santa, modelo da Igreja, amada pelo Senhor, nos ajude a descobrir de novo, cada vez mais, a misericórdia divina como sinal distintivo do cristão. Não se pode entender um cristão verdadeiro que não seja misericordioso, do mesmo modo que não se pode compreender Deus sem a sua misericórdia» (Homilia do papa Francisco, no dia 1 de janeiro de 2016).

INTRODUÇÃO ÀS 3 AVE MARIAS FINAIS

Rezemos três Ave Marias pela evangelização e pela paz.

INTRODUÇÃO À SALVE RAINHA

«A Mãe da Misericórdia. […] Dirijamos-lhe a oração, antiga e sempre nova, da Salve Rainha, pedindo-lhe que nunca se canse de volver para nós os seus olhos misericordiosos e nos faça dignos de contemplar o rosto da misericórdia, seu Filho Jesus» (Bula de Convocação do Jubileu Extraordinário da Misericórdia, 24).