Maio 2016 | Maria, Mãe de Misericórdia

Mês de Maria: dia 23

23. Maio. 2016

Misericórdia: é o caminho que une Deus e o ser humano, porque nos abre o coração à esperança de sermos amados para sempre.

INTRODUÇÃO

Neste mês de maio, unimo-nos ao papa Francisco e à sua rede mundial de oração para que se difunda nas famílias, comunidades e grupos a prática de rezar o Santo Rosário pela evangelização e pela paz.

PRIMEIRO MISTÉRIO

«Na ‘plenitude do tempo’, quando tudo estava pronto segundo o seu plano de salvação, mandou o seu Filho, nascido da Virgem Maria, para nos revelar, de modo definitivo, o seu amor. Quem O vê, vê o Pai. Com a sua palavra, os gestos e toda a sua pessoa, Jesus de Nazaré revela a misericórdia de Deus» (Bula de Convocação do Jubileu Extraordinário da Misericórdia, 1).

SEGUNDO MISTÉRIO

«Há momentos em que somos chamados, de maneira mais intensa, a fixar o olhar na misericórdia, para nos tornarmos sinal eficaz do agir do Pai. Foi por isso que proclamei um Jubileu da Misericórdia como tempo favorável para a Igreja, a fim de se tornar mais forte e eficaz o testemunho dos crentes» (Bula de Convocação do Jubileu Extraordinário da Misericórdia, 3).

TERCEIRO MISTÉRIO

«Misericórdia: é o caminho que une Deus e o ser humano, porque nos abre o coração à esperança de sermos amados para sempre, apesar da limitação do nosso pecado. […] A misericórdia será sempre maior do que qualquer pecado, e ninguém pode colocar um limite ao amor de Deus que perdoa» (Bula de Convocação do Jubileu Extraordinário da Misericórdia, 2-3).

QUARTO MISTÉRIO

«Depois do pecado de Adão e Eva, Deus não quis deixar a humanidade sozinha e à mercê do mal. Por isso, pensou e quis Maria santa e imaculada no amor (cf. Efésios 1, 4), para que se tornasse a Mãe do Redentor do homem. Perante a gravidade do pecado, Deus responde com a plenitude do perdão» (Bula de Convocação do Jubileu Extraordinário da Misericórdia, 3).

QUINTO MISTÉRIO

«A arquitrave que suporta a vida da Igreja é a misericórdia. Toda a sua ação pastoral deveria estar envolvida pela ternura […]; no anúncio e testemunho que oferece ao mundo, nada pode ser desprovido de misericórdia. A credibilidade da Igreja passa pela estrada do amor misericordioso e compassivo» (Bula de Convocação do Jubileu Extraordinário da Misericórdia, 10).

INTRODUÇÃO ÀS 3 AVE MARIAS FINAIS

Rezemos três Ave Marias pela evangelização e pela paz.

INTRODUÇÃO À SALVE RAINHA

«A Mãe da Misericórdia. […] Dirijamos-lhe a oração, antiga e sempre nova, da Salve Rainha, pedindo-lhe que nunca se canse de volver para nós os seus olhos misericordiosos e nos faça dignos de contemplar o rosto da misericórdia, seu Filho Jesus» (Bula de Convocação do Jubileu Extraordinário da Misericórdia, 24).