Maio 2017 | Rezai o terço todos os dias

Mês de Maria: dia 5

5. Maio. 2017

– Quereis oferecer-vos a Deus […]?
– Sim, queremos![…] Abriu pela primeira vez as mãos, comunicando-nos uma luz tão intensa, como que reflexo que delas expedia, que penetrando-nos no peito e no mais íntimo da alma, fazendo-nos ver a nós mesmos em Deus, que era essa luz, mais claramente que nos vemos no melhor dos espelhos. […] Passados os primeiros momentos, Nossa Senhora acrescentou:
Rezem o Terço todos os dias, para alcançarem a paz para o mundo […].

INTRODUÇÃO

Em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo. Ámen.

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo.
Para sempre seja louvado com sua Mãe, Maria Santíssima.

Rainha do Céu, alegrai-vos. Aleluia!
Aquele que mereceste trazer em vosso ventre. Aleluia!
Ressuscitou como disse. Aleluia!
Rogai por nós a Deus. Aleluia!

PRIMEIRO MISTÉRIO

«Olhemos para o Senhor: Ele pode compreender-nos […]. E olhemos para a nossa Mãe, e como a criança que está no chão agarremo-nos ao seu avental e, com o coração, digamos-Lhe: ‘Mãe’. Não estamos sozinhos, temos uma Mãe. Temos Jesus, nosso irmão mais velho. Não estamos sozinhos» (Papa Francisco, Homilia de 17 de janeiro de 2015).

SEGUNDO MISTÉRIO

«Somos como a criança que está no chão: nos momentos de aflição, nos momentos em que não compreendemos nada, […] só nos apetece estender a mão […] e dizer-Lhe: «Mamã!» Como uma criança que, quando tem medo, diz: ‘Mamã!’. É talvez a única palavra que pode exprimir o que sentimos nos momentos escuros: ‘Mãe! Mamã!’» (Papa Francisco, Homilia de 17 de janeiro de 2015).

TERCEIRO MISTÉRIO

«O Senhor responde a cada um a partir do seu coração. […] Tende a certeza que Jesus não desilude. Tende a certeza que o amor e a ternura da nossa Mãe não desiludem. E, agarrados a Ela como filhos e com a força que nos dá Jesus, nosso irmão mais velho, vamos para diante. Caminhemos como irmãos» (Papa Francisco, Homilia de 17 de janeiro de 2015).

QUARTO MISTÉRIO

«A força do amor transforma o sofrimento na certeza da vitória de Cristo e da nossa vitória, com Ele, e na esperança de que um dia estaremos juntos de novo […]. Junto de cada cruz, está sempre a Mãe de Jesus. […] Ela enxuga as nossas lágrimas. Com a sua mão, faz-nos levantar e acompanha-nos pelo caminho da esperança» (Papa Francisco, Meditação a 5 de maio de 2016).

QUINTO MISTÉRIO

«Maria, hoje queremos dizer-te: Mãe, dirige-nos o teu olhar! O teu olhar leva-nos para Deus, o teu olhar é uma dádiva do Pai bom, que nos espera em cada encruzilhada do nosso caminho, é um dom de Jesus Cristo na Cruz, que carrega sobre os ombros os nossos sofrimentos, dificuldades, o nosso pecado. Mãe, dirige-nos o teu olhar!» (Papa Francisco, Homilia de 22 de setembro de 2013).

INTRODUÇÃO ÀS 3 AVE MARIAS FINAIS

Rezemos três Ave Marias pela paz no mundo, pela conversão dos pecadores, pelo papa Francisco.

ORAÇÃO JUBILAR DE CONSAGRAÇÃO

Salve, Mãe do Senhor,
Virgem Maria, Rainha do Rosário de Fátima!
Bendita entre todas as mulheres,
és a imagem da Igreja vestida da luz pascal,
és a honra do nosso povo,
és o triunfo sobre a marca do mal.

Profecia do Amor misericordioso do Pai,
Mestra do Anúncio da Boa-Nova do Filho,
Sinal do Fogo ardente do Espírito Santo,
ensina-nos, neste vale de alegrias e dores,
as verdades eternas que o Pai revela aos pequeninos.

Mostra-nos a força do teu manto protetor.
No teu Imaculado Coração,
sê o refúgio dos pecadores
e o caminho que conduz até Deus.

Unido/a aos meus irmãos,
na Fé, na Esperança e no Amor,
a ti me entrego.
Unido/a aos meus irmãos, por ti, a Deus me consagro,
ó Virgem do Rosário de Fátima.

E, enfim, envolvido/a na Luz que das tuas mãos nos vem,
darei glória ao Senhor pelos séculos dos séculos.
Ámen.