Browsing Category

Até domingo

Oração diária a partir do evangelho do domingo seguinte.

Oração diária,

Difundir

no comment

[et_pb_section admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_post_title admin_label=”Post Title” title=”on” meta=”on” author=”off” date=”on” categories=”on” comments=”off” featured_image=”off” featured_placement=”below” parallax_effect=”on” parallax_method=”on” text_orientation=”left” text_color=”dark” text_background=”off” text_bg_color=”rgba(255,255,255,0.9)” module_bg_color=”rgba(255,255,255,0)” title_all_caps=”off” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” date_format=”j. M. Y”] [/et_pb_post_title][et_pb_text admin_label=”Text” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

As imagens usadas por Jesus Cristo são fáceis de compreender: o sal sem sabor ou a luz escondida não fazem sentido. O sal, como a luz, tem de ser usado no lugar certo e no contexto próprio. O mesmo se aplica aos discípulos: recusar ser sal da terra e luz do mundo é possível, mas é absurdo. O discípulo não é um simples seguidor, é um difusor do bom odor de Jesus Cristo, deixar à sua volta o bom gosto do amor de Deus. Senhor, mostra-me a tua maneira de ser para que eu me possa inspirar!

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

Oração diária,

Apresentação do Senhor

no comment

[et_pb_section admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_post_title admin_label=”Post Title” title=”on” meta=”on” author=”off” date=”on” categories=”on” comments=”off” featured_image=”off” featured_placement=”below” parallax_effect=”on” parallax_method=”on” text_orientation=”left” text_color=”dark” text_background=”off” text_bg_color=”rgba(255,255,255,0.9)” module_bg_color=”rgba(255,255,255,0)” title_all_caps=”off” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” date_format=”j. M. Y”] [/et_pb_post_title][et_pb_text admin_label=”Text” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

O grão de sal e o raio de luz são realidades modestas que produzem efeitos significativos. Da mesma forma, a modéstia de Jesus é recordada com a festa da Apresentação no Templo (Lucas 2, 22-40). Os pais de Jesus vão oferecer um sacrifício e o velho Simeão percebe antecipadamente que este recém-nascido vai transfigurar as nossas vidas. O olhar deste ancião é iluminado pela ação do Espírito Santo. Ele faz-nos acreditar que um humano da Palestina pode mudar a face do mundo. Hoje, na modéstia da minha vida, peço ao Espírito Santo que me dê a graça de ver como Simeão. E, neste dia da festa da vida consagrada, rezo por todos os religiosos e religiosas (em particular pelos que conheço: coloco os seus nomes na minha oração).

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

Oração diária,

«Vós sois o sal»

no comment

[et_pb_section admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_post_title admin_label=”Post Title” title=”on” meta=”on” author=”off” date=”on” categories=”on” comments=”off” featured_image=”off” featured_placement=”below” parallax_effect=”on” parallax_method=”on” text_orientation=”left” text_color=”dark” text_background=”off” text_bg_color=”rgba(255,255,255,0.9)” module_bg_color=”rgba(255,255,255,0)” title_all_caps=”off” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” date_format=”j. M. Y”] [/et_pb_post_title][et_pb_text admin_label=”Text” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

«Vós sois o sal […], a luz». A afirmação de Jesus Cristo aos seus discípulos não deixa dúvidas. Jesus Cristo afirma que os discípulos são sal e luz do mundo, hoje, neste primeiro dia do mês de fevereiro. Não anuncia um tempo futuro, mas uma realidade presente com consequências planetárias. Todos os discípulos de Jesus Cristo, ontem e hoje, dão sabor à terra e iluminam o mundo. Qual é a minha reação? Acredito que já estou a iluminar? O que tenho a dizer a Jesus Cristo que me anuncia como sal e luz?

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

Oração diária,

A luz

no comment

[et_pb_section admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_post_title admin_label=”Post Title” title=”on” meta=”on” author=”off” date=”on” categories=”on” comments=”off” featured_image=”off” featured_placement=”below” parallax_effect=”on” parallax_method=”on” text_orientation=”left” text_color=”dark” text_background=”off” text_bg_color=”rgba(255,255,255,0.9)” module_bg_color=”rgba(255,255,255,0)” title_all_caps=”off” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” date_format=”j. M. Y”] [/et_pb_post_title][et_pb_text admin_label=”Text” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

Jesus Cristo usa a imagem da luz, tão simples e banal, que não capta de imediato a minha atenção. Uma lâmpada ilumina o espaço. Os móveis e os objetos permanecem no seu lugar, inanimados. Contudo, essa luz permite-me viver, movimentar-me, utilizar um instrumento, ler, rezar… A luz esquecesse para permitir que a vida se desenvolva tranquilamente. O que me sugere a imagem da luz aplicada ao mundo, à minha semana? Que claridade me pode dar?

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

Oração diária,

O sal

1 comment

[et_pb_section admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_post_title admin_label=”Post Title” title=”on” meta=”on” author=”off” date=”on” categories=”on” comments=”off” featured_image=”off” featured_placement=”below” parallax_effect=”on” parallax_method=”on” text_orientation=”left” text_color=”dark” text_background=”off” text_bg_color=”rgba(255,255,255,0.9)” module_bg_color=”rgba(255,255,255,0)” title_all_caps=”off” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” date_format=”j. M. Y”] [/et_pb_post_title][et_pb_text admin_label=”Text” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

Com a alusão ao sal, Jesus Cristo desperta o sentido do paladar nos seus discípulos. Com imaginação, levando à letra o que é dito, sou transportado para a cozinha. Imagino, por exemplo, uma panela no fogão. Reparo como uma pitada de sal, em proporção minúscula, cai no interior da panela, desaparece e torna-se invisível no prato. O sal tem um efeito imediato. Valoriza o sabor de cada legume. Já lá estava, mas não era percetível. O que me sugere a imagem do sal aplicada à terra, à minha vida? Que sabores posso valorizar?

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

Oração diária,

Um pouco de ternura

no comment

[et_pb_section admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_post_title admin_label=”Post Title” title=”on” meta=”on” author=”off” date=”on” categories=”on” comments=”off” featured_image=”off” featured_placement=”below” parallax_effect=”on” parallax_method=”on” text_orientation=”left” text_color=”dark” text_background=”off” text_bg_color=”rgba(255,255,255,0.9)” module_bg_color=”rgba(255,255,255,0)” title_all_caps=”off” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” date_format=”j. M. Y”] [/et_pb_post_title][et_pb_text admin_label=”Text” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

João reconhece em Jesus «o Cordeiro de Deus». O Cordeiro é por natureza terno, vulnerável: procuro que se evidencie esse rosto de Jesus. Hoje, vou dar maior destaque a essa ternura amorosa que, à sua passagem, tudo transforma. Já o faço ou é difícil, para mim, permanecer terno, amoroso: em que momentos, com que pessoas? Hoje, vou aproximar-me de uma delas, vou escutar uma dessas pessoas com simpatia: será o meu passo no seguimento de Jesus, para aprender com ele a deixar que a ternura tenha primazia na minha vida.

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

Oração diária,

Passo a passo

no comment

[et_pb_section admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_post_title admin_label=”Post Title” title=”on” meta=”on” author=”off” date=”on” categories=”on” comments=”off” featured_image=”off” featured_placement=”below” parallax_effect=”on” parallax_method=”on” text_orientation=”left” text_color=”dark” text_background=”off” text_bg_color=”rgba(255,255,255,0.9)” module_bg_color=”rgba(255,255,255,0)” title_all_caps=”off” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” date_format=”j. M. Y”] [/et_pb_post_title][et_pb_text admin_label=”Text” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

Para que o Espírito Santo descesse do céu, como uma pomba, e permanecesse sobre ele, foi preciso que Jesus Cristo desse um passo em direção ao Batista. Quis juntar-se aos pecadores para receber com eles o mesmo batismo. E entrou na água. Da minha parte, que passos posso dar, na minha vida, para que desça o Espírito Santo? Para já, identifico um, mesmo que seja pequeno, que me faça sair de mim mesmo, que me ajude a ultrapassar um medo ou um bloqueio. Talvez, nesse momento, se abra o céu…

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

Oração diária,

Sem surpresas?

no comment

[et_pb_section admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_post_title admin_label=”Post Title” title=”on” meta=”on” author=”off” date=”on” categories=”on” comments=”off” featured_image=”off” featured_placement=”below” parallax_effect=”on” parallax_method=”on” text_orientation=”left” text_color=”dark” text_background=”off” text_bg_color=”rgba(255,255,255,0.9)” module_bg_color=”rgba(255,255,255,0)” title_all_caps=”off” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” date_format=”j. M. Y”] [/et_pb_post_title][et_pb_text admin_label=”Text” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

«Eu não o conhecia». João afirma-o e insiste: não esperava um Messias assim. Mas aceitou a inquietação, foi capaz de o reconhecer e de dar testemunho acerca dele. Nós também temos as nossas imagens de Deus, as nossas pequenas certezas sobre a sua forma de agir… ou de nada fazer. O perigo é não estar preparados para acolher o inesperado. Por isso, hoje, vou estar atento ao que é «comum» na minha vida e abrir-me à oportunidade em ser surpreendido. Pode ser, por exemplo, uma pessoa, de quem costumo antecipar as reações a ponto de não acreditar que seja capaz de mudar. Ofereço ao Senhor esta decisão de querer acolher a surpresa.

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

Oração diária,

Contemplar uma imagem

no comment

[et_pb_section admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_post_title admin_label=”Post Title” title=”on” meta=”on” author=”off” date=”on” categories=”on” comments=”off” featured_image=”off” featured_placement=”below” parallax_effect=”on” parallax_method=”on” text_orientation=”left” text_color=”dark” text_background=”off” text_bg_color=”rgba(255,255,255,0.9)” module_bg_color=”rgba(255,255,255,0)” title_all_caps=”off” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” date_format=”j. M. Y”] [/et_pb_post_title][et_pb_text admin_label=”Text” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

João Batista vê Jesus que vem ao seu encontro. Vê o Espírito descer. Viu e e deu testemunho. Não admira que Jesus Cristo tenha dado a vista aos cegos… Que teria feito João Batista se não conseguisse ver? Deus fala ao coração através de encontros pessoais ou de acontecimentos concretos, nos quais os sentidos são convocados. Para ver Jesus vir, claro que é preciso ver. Hoje, vou contemplar uma imagem: por alguns instantes, fixo o meu olhar sobre o que se passa, diante de mim, à frente dos meus olhos. O que é que vejo, quando fixo o meu olhar?

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

Oração diária,

Os primeiros passos

no comment

[et_pb_section admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_post_title admin_label=”Post Title” title=”on” meta=”on” author=”off” date=”on” categories=”on” comments=”off” featured_image=”off” featured_placement=”below” parallax_effect=”on” parallax_method=”on” text_orientation=”left” text_color=”dark” text_background=”off” text_bg_color=”rgba(255,255,255,0.9)” module_bg_color=”rgba(255,255,255,0)” title_all_caps=”off” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” date_format=”j. M. Y”] [/et_pb_post_title][et_pb_text admin_label=”Text” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

«Era antes de mim». João reconhece que a proximidade de Deus manifestada em Jesus não é uma novidade. Deus está sempre próximo dos seres humanos. Hoje, vou estar atento à fidelidade de Deus na minha história pessoal. De uma forma natural, sem forçar: durante um encontro com alguém, vou-me lembrar de momentos marcantes vividas com essa pessoa; durante o trabalho, vou reconhecer os talentos dados por Deus e que fortalecem as minhas capacidades. E dou graças por esta Boa Nova: é Deus que dá os primeiros passos em direção a mim.

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]